(31) 9913-50996
Notícias
Treinamento durante a crise de Corona Vírus (covid19)
20.03.20
Guilherme Victor Cref 032834-G/MG

Treinamento durante a crise de Corona Vírus (covid19)

Há pouco mais de 100 anos, em 1893, foi publicado o primeiro artigo relatando alterações encontradas em células do sangue após a prática de exercício físico.

A partir da metade da década de 70, associada a alto desenvolvimento tecnológico, permitiu mais ampla investigação do exercício em algumas áreas fundamentais, a saber, no estudo das causas de infecções de vias aéreas superiores que ocorrem em atletas submetidos a esforços extenuantes, no estudo do exercício como modelo de estresse e no estudo da influência do exercício crônico como resposta adaptativa frente a situações de estresse.

Podemos dividir a resposta do sistema imunológico em resposta aguda, resposta transitória e resposta de adaptação crônica.

E cientificamente comprovado que estímulos em capacidade máxima podem gerar uma imunodepressão na fase aguda de adaptação criando dessa forma a chamada janela imunológica, um curto período em que o organismo fica debilitado contra infecções.

Exercícios moderados tem um menor poder imunodepressor e em curto prazo e com regularidade geram melhora da capacidade imune.

Não estamos afirmando para não treinar ou dando a certeza de uma infecção por Covid19, mas caso realize uma sessão de treinamento tenha moderação e prudência.

Quer dicas de exercicios para fazer em casa entra aqui https://chat.whatsapp.com/JdJUocenF9ACHlAmsH62PW

.

.

.

.

.

.

Referencias

COSTA ROSA, Luiz Fernando Pereira Bicudo; VAISBERG, Mauro W. Influências do exercício na resposta imune. Rev Bras Med Esporte, Niterói , v. 8, n. 4, p. 167-172, Aug. 2002 . Available from . access on 20 Mar. 2020. https://doi.org/10.1590/S1517-86922002000400006.

Comente essa publicação